O charme da madeira de demolição e como usá-la corretamente em sua casa – Portas de Demolição.

É claro que os materiais ecologicamente corretos estão em alta no mercado de decoração e design, mas está enganado quem pensa que isso é apenas mais um modismo. A própria madeira de demolição é um exemplo de matéria-prima forte, durável e segura, ideal para a criação, por exemplo, de portas rústicas, dos mais variados modelos.

Escada de Madeira de Demolição

Porta de Demolição e escada revestida com madeira

As portas de madeira de demolição dão um charme a qualquer ambiente. Com alguns cuidados, como evitar o excesso de sol e de chuva, é possível mantê-las bonitas por muito tempo. Mesmo previamente tratadas, as madeiras sentem as ações climáticas, que comprometem sua superfície externa, sendo assim, o ideal é que seja feita uma boa impermeabilização a fim de evitar que as portas de demolição acabem empenando.

Além disso, as portas de demolição podem receber uma pintura em seu acabamento, mas, para isso, é importante que ela seja devidamente lixada para não comprometer a sua aparência. Entretanto, muitos profissionais recomendam a utilização de verniz em detrimento da tinta, dada a sua resistência e possibilidades de acabamento.

Dentre os tipos de verniz estão:

  • Antimofo: Impede a proliferação de mofo e traças. É indicado para ambientes úmidos, guarda-roupas ou para casas no litoral.
  • Marítimo/Náutico: Protege contra ações do tempo, proporcionando maior durabilidade, aspecto natural, enobrecendo as superfícies. É o mais indicado para portas de demolição.
  • Copal: Serve para realçar a cor da madeira, porém não altera a tonalidade. É utilizado também para dar acabamento na superfície da peça.
  • Tingidor: Muda a cor da madeira. Realça os veios naturais das madeiras novas e recupera as peças com aspectos desgatados pelo tempo.
  • Filtro Solar: Há também vernizes com filtro solar e dupla, tripla ou ultraproteção. O produto é resistente à ação de fungos, umidade e sol.

Em caso de dúvidas sempre consulte um profissional. Você também pode deixar suas questões nos comentários.

One Response
  1. 4 de outubro de 2015

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *